Blog

Crianças podem ser veganas?

10 de outubro de 2018

O veganismo, muito mais que uma dieta, é um estilo de vida. Estilo esse que muitos pais, adeptos, têm desejo de transmitir aos filhos, mas se sentem inseguros quanto às condições para fazê-lo. Isso porque existem muitos mitos sobre carências nutricionais de uma alimentação vegana/vegetariana, o que se pode solucionar facilmente com informação.

Sim, seu filho ou filha pode ser vegano! Podemos chegar a essa conclusão com um raciocínio simples: entendermos que uma dieta sem produtos de origem animal não atendes a todas as fases da vida seria o mesmo que admitir que ela não é compatível com a natureza humana, o que contraria diretamente a filosofia vegana. Além dessa lógica, bem intuitiva, há todo uma base de pesquisa científica para sustentar a opção por educar os filhos nesse estilo de vida.

Diversas instituições de reputação internacional, como a Academy of Nutrition and Dietetics, a American Dietetic Association e a Dietitians of Canada já fizeram publicações reconhecendo a alimentação vegana/vegetariana como adequada em todas as fases da vida, inclusive na infância. O segredo está no planejamento alimentar (o que não é uma necessidade exclusiva dos adeptos do veganismo). Alguns cuidados são necessários para que todas as necessidades nutricionais da criança sejam atendidas.

Dietas veganas/vegetarianas não são apenas viáveis, como benéficas para as crianças. Com elas, se reduz a ingestão de colesterol, gordura saturada e gordura total, além de aumentar a de fibras e antioxidantes. Consequentemente, diminuem as chances de sobrepeso e doenças crônicas não transmissíveis.

Os valores diários de nutrientes importantes como as vitaminas B-12 e D, ferro e proteínas são facilmente atingidos, ao contrário do que normalmente se diz. A B-12, por exemplo, é ingerida no leite materno, que não deve ser retirado da crianças até os 6 meses de idade. Depois disso, ela pode receber suplementação a necessidade dela pode parecer contraditória, mas suplementos dessa vitamina tem sido recomendados não apenas para veganos, devido a uma deficiência na população em geral; o mesmo se aplica ao ferro.

Quanto à proteína, grande argumento dos defensores do consumo de carne, ela pode ser facilmente encontrada no reino vegetal, como já dissemos aqui no blog. Um bom exemplo são os alimentos do grupo dos feijões (feijão, grão de bico, lentilha, ervilha e etc.). Outros nutrientes que merecem atenção numa dieta vegana/vegetariana infantil são o ômega-3 e o cálcio.

Começamos dizendo que, mais que uma dieta, o veganismo se trata de uma maneira de encarar o mundo à volta. Além de todos os benefícios nutricionais, um estilo de vida vegano transmite às crianças valores como a compaixão, consciência ambiental, respeito a todas as formas de vida. Por isso, é seguro dizer que o veganismo não é apenas possível, mas muito recomendável a todas as pessoas, independentemente da faixa etária.

Quer começar uma dieta vegana/vegetariana para você e sua família? Visite uma das lojas da Veg+, onde você encontra profissionais capacitados para oferecer orientação e produtos de qualidade para o seu novo estilo de vida!



Voltar para o blog

Newsletter

Assine nossa newsletter
e receba todas as novidades da Veg+

Uma vida saudável começa com um investimento consciente.
Para mais informações entre em contato (21) 3150.3031 ou pelo email expansao@vegmais.com.br
Centro Empresarial Mario Henrique Simonsen
Av. das Américas, 3434 / Bloco 5 / sala 301 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro
Mais informações em faleconosco@vegmais.com.br ou expansao@vegmais.com.br
Tel.: (21) 3150.3031